• Por Disney Babble

Sinais de que você não está cuidando da saúde como deveria


A correria diária, às vezes, faz com que as pessoas cometam alguns deslizes com a saúde. E, pior, sem perceber. É a água que deixa de ser bebida, as poucas horas de sono por dia, a mamografia que foi feita há anos e nunca mais repetida e até aquele esmalte que você passou semana passada na unha e que permanece lá.

Esses descuidos vão minando a sua saúde aos poucos. Até que um dia o corpo reflete tudo isso e os problemas começam a aparecer. Então, que tal começar a ficar mais atenta?

Para ajudar, listamos 7 sinais mais comuns que mostram como deixamos alguns cuidados com a saúde de lado. Se você se identificar com algum deles, então é hora de mudar seus hábitos já!

1. Beber pouca água durante o dia

A água – e não suco e muito menos refrigerante – é muito importante para o corpo. O ideal é a ingestão de 35 ml do líquido por kg de peso. Ou seja, uma pessoa com 60 kg deve tomar, pelo menos, 2 litros por dia. “A água auxilia na digestão e no funcionamento do intestino. Também aumenta o desempenho do metabolismo, dá disposição, ajuda a eliminar as toxinas do corpo e a perder peso, melhora a fadiga, o sistema imunológico e até a aparência da pele”, conta a nutricionista Paula Castilho, da Sabor Integral Consultoria em Nutrição.

2. Dormir poucas horas por noite

Ainda que existam pessoas que durmam menos que outras, a maioria tem uma necessidade de 8 horas de sono por noite. Descansar menos que o recomendado influencia no metabolismo e na secreção de alguns hormônios. Resultado: sensação de sonolência excessiva durante o dia e rendimento reduzido no trabalho. “A longo prazo, pode provocar alteração na memória e já são descritas até consequências cardiovasculares pela privação do sono”, alerta a neurologista Rosana Alves, da Associação Brasileira do Sono (ABS).

3. Não jantar para favorecer o emagrecimento

Ao pular o jantar, provavelmente, você sentirá fome antes de dormir e buscará alimentos que deem energia rápida, como um pedaço de pão. Mas saiba que a restrição provoca um efeito contrário. “O organismo armazena gordura para manter a temperatura corporal e queima a massa magra”, explica a nutricionista Roseli Ueno. O correto é fazer um jantar leve, com uma porção pequena de carboidrato complexo (arroz integral, quinoa ou batata-doce, por exemplo) + proteína (carne, frango ou peixe) + legumes e verduras. E o ideal é que a refeição ocorra até às 20 horas, no máximo. É para dar tempo de o organismo fazer a digestão e você dormir melhor.

4. Não tirar o esmalte das unhas

O esmalte é um produto químico que "cansa" a unha. Além disso, o hábito de lixá-la e tirar a cutícula também são agressivos. “Começam a aparecer sinais brancos, depois estrias nas unhas e, por fim, elas começam a rachar e esfoliar”, comenta o dermatologista Alexandre Filippo. O correto é visitar a manicure apenas esporadicamente ou quando tiver um evento social. Se você tem o custume de fazer as unhas semanalmente, por exemplo, planeje alguns intervalos. Procure ainda hidratar as unhas, com creme corporal mesmo, de 2 a 3 vezes ao dia.

5. Usar salto alto todos os dias

Os sapatos altos fazem com que o peso do corpo fique concentrado nos dedos, em vez de dividi-lo por todo o pé. Isso sobrecarrega a região e provoca bolhas, calos, dor e até deformações nos dedos. Em alguns casos, é preciso fazer uma cirurgia corretiva. Tem mais: o uso contínuo de salto altera a musculatura da perna. “Os músculos ficam mais curtos na parte traseira e mais longos na frente, provocando dores quando a pessoa usa um sapato sem salto. Isso é sinal de encurtamento do tendão”, explica o ortopedista Antonio Faria, da Clínica North Trauma. Para evitar tais problemas, use sapatos mais largos e confortáveis no dia a dia. Se for adotar salto, que tenha no máximo 4 centímetros. Deixe os mais altos somente para ocasiões especiais.

6. Esquecer de fazer a mamografia

A partir dos 40 anos, todas as mulheres devem fazer a mamografia 1 vez por ano. O exame dura cerca de 15 minutos e é importante para identificar doenças na mama no seu estágio mais inicial. “O exame detecta nódulos e microcalcificações e, serve, principalmente, para o diagnóstico precoce do câncer, o que possibilita um tratamento com maior êxito”, orienta a ginecologista Cristina Carneiro. E esqueça o pensamento de que, se você já o fez por vários anos e nunca foi detectado nada, pode ser abolido. Assim como o papanicolau, trata-se de um exame muito importante para a saúde da mulher. Ou seja, deixar de fazê-lo é pisar na bola com a saúde.

7. Comer pão branco todos os dias

O pão é um alimento importante na alimentação e deve fazer parte do cardápio porque é fonte de carboidratos, mas a versão branca é pobre em fibras e em outros nutrientes. O ideal é consumir o integral, que tem propriedades antioxidantes e provoca uma sensação de saciedade maior, favorecendo o emagrecimento. A nutricionista Paula Castilho sugere fazer um rodízio entre os diferentes tipos, como o de centeio, com linhaça e 7 grãos, entre outros. “Apesar das calorias dos pães integrais serem um pouquinho maiores do que a do pão light, vale a pena a troca, já que oferece propriedades interessantes para a saúde e ajuda a emagrecer”, esclarece a nutricionista.

#Portais #saúde #alimentação #alimentaçãosaudável #RoseliUeno

0 visualização

Ageimagem  |  São Paulo

 

Rua Jandiatuba, 630, cj 511

Centro Empresarial Jardim Sul

Morumbi  |  São Paulo

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 11 99665-7704

Ageimagem  |  Rio de Janeiro

 

Av. das Américas, 11.365, A3 Offices - 2º Andar  |Barra da Tijuca  | Rio de Janeiro

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 21 99717-7704

Segue nós_

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean
  • Instagram Clean
  • Branca Ícone LinkedIn

2020 © por AgeImagem

Produzido por Dalton Wang

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone YouTube