• Ageimagem

Heródoto Barbeiro é um dos destaques da quarta edição do Calendário inclusivo do Instituto Olga Kos


O jornalista e 11 celebridades posaram para fotos ao lado de crianças e jovens com síndrome de Down que participam de projetos do Instituto

Heródoto Barbeiro aparece na foto do mês de março ao lado de Mariana Bento Madeira, que é uma das cerca de 3.000 pessoas atendidas nos projetos desenvolvidos pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK).

A mãe de Mariana, Iraci Bento da Silva Madeira, falou sobre a importância da sessão de fotos com o jornalista para a filha. “Para ela, ter se aproximado de pessoas que ela assiste diariamente na televisão, foi bastante significativo. Eu gostei muito dela ter participado deste projeto, foi uma participação marcante para a Mariana”, destacou a Iraci.

O jovem Nickolas Alves Linguiti, de 10 anos, posou ao lado da jornalista Carla Vilhena. Ela falou sobre igualdade e citou a metáfora que fala de dois meninos — um alto e um baixo — que usam caixotes de tamanhos diferentes para enxergar por cima de um muro uma partida de futebol. "Isso, para mim, é igualdade. É dar condições para que todos cheguem à reta final", disse a jornalista. Ao lado do Uriel Carli Del Valle, de 8 anos, de quem ganhou muitos beijos e abraços, Maria Julia Coutinho descreveu a paz — tema do calendário 2017. "A paz é espalhar a síndrome do respeito, da tolerância, da justiça e do amor pelo mundo".

O calendário inclusivo do Instituto Olga Kos custa R$ 15,00 e pode ser adquirido na central de vendas do Instituto pelo número (11) 3081.9300. Toda a renda é revertida para os projetos de artes e esportes do IOK. No mês de abril, o destaque é a atriz Cris Vianna. Depois estão a atriz, Eva Wilma, a jornalista Carla Vilhena, a atriz Maria Casadevall, a jornalista Maju Coutinho, o ator Ailton Graça, a atriz Karina Bacchi, o ator Carlos Casagrande e o compositor Dudu Braga, filho do cantor Roberto Carlos.

Sobre o Instituto Olga Kos

www.institutoolgakos.org.br Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é uma associação sem fins econômicos, com qualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que desenvolve projetos artísticos e esportivos, aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. Além disso, parte das vagas dos projetos é destinada a pessoas sem deficiência, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos locais onde as oficinas são realizadas. O Instituto Olga Kos conta com uma equipe multidisciplinar formada por artistas plásticos, arte-educadores, psicólogos, educadores físicos, fisioterapeutas, mestres em Karate-Do e Taekwondo, profissionais multimídia e pedagogos. As oficinas de esportes buscam incentivar a prática esportiva (Karate-Do e Taekwondo), estimular o desenvolvimento mo­tor e melhorar a qualidade de vida dos participantes. Já as oficinas de artes buscam divulgar a diversidade cultural e artística de nosso país, expandir o acesso à cultura, incentivar o exercício da arte e desenvolver os canais de comuni­cação e expressão dos participantes, por meio dos programas: “Pintou a Síndrome do Respeito” e “Resgatando Cultura”. Todas estas atividades procuram garantir que a pessoa com deficiência intelectual reúna con­dições de participar de forma mais efetiva da sociedade da qual ela faz parte. Além disso, o IOK desenvolve a articulação de redes de apoio para geração de renda e inclusão no mercado de trabalho, por meio de parcerias com instituições que promovem o aprendizado de habilidades profissionais.

#iok #InstitutoOlgaKosdeInclusãoCultural #herodotobarbeiro #caldendário

0 visualização0 comentário