• Ageimagem

Uma verdadeira história de amor


Dia dos namorados e será que a data empolga ainda? Em tempos onde o individualismo impera, a dúvida se o amor está na moda permanece em cheque. Para se ter uma ideia o número de divórcios no país cresceu mais de 160% na última década. Dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014, divulgados pelo IBGE indicaram que, no ano da Copa, foram homologados 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram registrados 130,5 mil divórcios.


Mas um casal de atores driblou a estatística e levou para o palco principal de suas vidas o amor mútuo. Plínio Lopes e Carolina Fernandes se conheceram durante uma leitura de apresentação de roteiro em 2007. Tiveram um hiato de dois anos até se reencontrarem de vez .   Entre indas e vindas e o acaso dando sinal de vida atrapalhando os encontros, foi num desejo de montar uma peça juntos que o destino entrou em cena e se fez protagonista na história do casal.


“Nos afastamos mais uma vez após a Bienal, mas o Plínio sempre vinha assistir as minhas peças. Um dia quando o convidei para um espetáculo musical que eu estava protagonizando ele disse que só viria se eu fosse primeiro à Vassouras conhecer sua Escola de teatro e ministrar uma aula”, conta Carol.


Plínio rebate:


“Caiu um dilúvio horrível. Ficamos presos, num restaurante ao lado do teatro, por conta dos alagamentos durante horas. Aproveitamos o tempo para conversar sobre nossos projetos e, nesse bate-papo, acabou surgindo a vontade de montar juntos um espetáculo”, comenta.


Na peça, Leila (personagem de Carol) era apaixonada for Saullo (personagem de Plínio). Os dois por conta da amizade e respeito um pelo outro, ou até mesmo por um sentimento enrustido, não conseguiam imprimir verdade às cenas mais quentes.   


O interessante é que tento o teatro como foco , como centro, a amizade forte , mas ambos tinham relacionamentos paralelos.


Mas num Festival de Teatro de Tiradentes onde foram convidados a participarem descobriram que a organização do evento tinha reservado apenas um quarto para os dois. Foi a hora em que o ‘sininho’ bateu na cabeça de Plínio. Mesmo dormindo no mesmo cômodo, Plínio esperou 400 quilômetros para somente se declara na volta ao Rio.Nunca mais se desgrudaram.


De volta ao Rio, Plínio não teve dúvidas e foi sincero com Carolina, disse que estava apaixonado por ela e terminou o antigo relacionamento para se entregar de vez a uma história de amor que parece ter sido escrita sob medida para eles. Uma história de admiração, respeito, desejo, paixão. Um enredo com todos os ingredientes de um roteiro bem acabado. Das idas e vindas às armadilhas do destino, essa história tinha que ter um final feliz.


O casal feliz agora toca uma escola de artes no Recreio, a Maktub. Com a ajuda da irmã e da mãe de Carol na administração, a escola oferece mais de 30 cursos diferentes e promove uma série de eventos que ajudam a unir alunos e professores. Com certeza, essa história já estava escrita e os seus personagens principais se casam em setembro deste ano!


:www.maktubescoladeartes.com.br

Rua Odilon Duarte Braga N°26 Recreio dos Bandeirantes Próximo ao Shopping Barra World, ao Supermercado Mundial, a igreja Nossa Senhora de Fátima e ao Centro espírita CEMA.

3190-3587

Vejam matéria original em: http://www.jornaldorecreio.com.br/2017/06/uma-verdadeira-historia-de-amor/

#maktub #amor #historiadeamor #jornalrecreio

0 visualização0 comentário

Ageimagem  |  São Paulo

 

Rua Jandiatuba, 630, cj 511

Centro Empresarial Jardim Sul

Morumbi  |  São Paulo

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 11 99665-7704

Ageimagem  |  Rio de Janeiro

 

Av. das Américas, 11.365, A3 Offices - 2º Andar  |Barra da Tijuca  | Rio de Janeiro

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 21 99717-7704

Segue nós_

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean
  • Instagram Clean
  • Branca Ícone LinkedIn

2020 © por AgeImagem

Produzido por Dalton Wang

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone YouTube