• Ageimagem

Boa Forma fala sobre 11 novas tecnologias para tratar acne, melasma, celulite


Preenchedor injetável que combate flacidez corporal e celulite, um novo jeito de aplicar a toxina botulínica com resultado muito mais natural e tratamento vapt-vupt para dar fim à incontinência urinária leve (deixar o xixi escapar durante o treino nunca mais!) e às gordurinhas que incomodam e resistem à malhação. Essas são apenas algumas das técnicas apresentadas nos dois principais congressos de dermatologia mundiais – o Imcas, em Paris, e o Meeting Anual da Academia Americana, em San Diego (EUA) –, que chamaram nossa atenção e estão desembarcando nos consultórios brasileiros. BOA FORMA entrevistou um time de especialistas e conta tudo para você em primeira mão.

1. Trusculpt 3D

Preparada para dar adeus à gordura localizada de culotes, abdômen e flancos? O tratamento de radiofrequência emite ondas de calor que aquecem profundamente a área tratada. “Quando a gordura é submetida a alta temperatura – chega a 45 °C – por um período de 15 minutos, ela é destruída”, diz Jardis Volpe, dermatologista de São Paulo. São recomendadas duas ou três sessões, com intervalo mensal. Como bônus, você ganha firmeza.

2. Tixel

Dois em um, além de produzir colágeno para preencher estrias, o procedimento também apresenta bons resultados no combate à flacidez no rosto e no pescoço. Para isso, ele eleva
 a temperatura da pele a até 400 °C. “Parece dolorido, mas o anestésico tópico alivia a sensação”, diz Jardis. Como a tecnologia não causa manchas, é segura até para pacientes morenas. Em três dias, a vermelhidão vai embora. São indicadas de três a cinco sessões, mensais.

3. Cellfina

O aparelho, ainda não disponível no Brasil, promete quebrar fibroses que repuxam a pele e reforçam a aparência de casca de laranja característica da celulite. Melhor: com resultado duradouro.

4. Ellansé

Quer dar uma remodelada de forma natural sem se transformar numa pessoa diferente da que
 está na foto de cadastro da academia? Conheça 
a nova geração de preenchedores com colágeno biorreabsorvível (é incorporado ao organismo após um tempo) à base de policaprolactona, estimulador que dá volume enquanto produz colágeno.

“A substância combate a flacidez e promove um aumento real na sustentação”, diz
 o dermatologista Gabriel Aribi, de São Paulo. Por aqui, o ativo leva o nome de Ellansé e requer, no mínimo, duas sessões, com intervalo de 30 dias. “Os contornos faciais são redefinidos e as rugas, reduzidas”, afirma a dermatologista carioca Karla Assed.

O produto, injetável – indicado para aplicações nas têmporas, nas maçãs do rosto, nas mandíbulas e no queixo –, oferece duração de um a quatro anos, dependendo da formulação escolhida: “São quatro apresentações, e o médico elege a ideal para cada paciente de acordo com a perda de firmeza”, diz Gabriel. O procedimento, realizado em consultório, leva cerca de 30 minutos e é praticamente indolor, pois as regiões da picadinha recebem um anestésico.

No corpo

Apesar de o uso corporal ainda não estar liberado no Brasil, o Ellansé também tem potencial para 
se tornar um novo queridinho no tratamento de celulite e flacidez. “Sua função preenchedora melhora imediatamente o aspecto dos furos”, fala a dermatologista Adriana Cairo, de São Paulo. Já a flacidez do bumbum, da região interna das coxas e dos braços começa a dar adeus ao seu corpo quatro meses após a aplicação, aproximadamente, quando tem início a produção de colágeno. O preço estimado é de R$ 1 800 a R$ 2 mil.

5. Cadeira fortalecedora do assoalho pélvico

Acaba de chegar a BTL Emsella, cadeira que emite pulsos eletromagnéticos para fortalecer a musculatura do períneo, tratando incontinência urinária leve e moderada. “A tecnologia High Fade (uma energia magnética de alta intensidade) penetra até 10 centímetros de profundidade e estimula os nervos que levam a mensagem até o músculo para contração de toda a musculatura da área”, explica Paula.

É preciso ter a disciplina de quem gosta de academia: seis sessões de um treinamento muscular de 30 minutos realizado duas vezes por semana. Indicada para todos os tipos de incontinência (por stress, por urgência e mista). Cada sessão, realizada com roupa) custa de R$ 600 a R$ 800.

6. Laser de CO2 para rejuvenescimento vaginal

O aparelho reverte a atrofia na região e a incontinência urinária leve – aquela que rola durante o treino, quando você tem uma crise de espirros ou de tosse. “A tecnologia emite feixes de luz que são absorvidos pelas moléculas de água da mucosa e estimulam a produção
 de colágeno de forma natural, recuperando
 a elasticidade”, diz a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. São necessárias 
de duas a três sessões.

Veja a matéria completa no site da Boa Forma.

#BoaForma #Novastecnologias #Acne #Melasma #Celulite #Cuidadoscomocorpo

0 visualização0 comentário

Ageimagem  |  São Paulo

 

Rua Jandiatuba, 630, cj 511

Centro Empresarial Jardim Sul

Morumbi  |  São Paulo

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 11 99665-7704

Ageimagem  |  Rio de Janeiro

 

Av. das Américas, 11.365, A3 Offices - 2º Andar  |Barra da Tijuca  | Rio de Janeiro

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 21 99717-7704

Segue nós_

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean
  • Instagram Clean
  • Branca Ícone LinkedIn

2020 © por AgeImagem

Produzido por Dalton Wang

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone YouTube