• Ageimagem

3 procedimentos estéticos mais procurados para o verão

A época mais movimentada do ano requer preparação especial para a pele ideal


Foto: Google Imagens


O final do ano está chegando e, com ele, o verão, as férias e as confraternizações de amigos e parentes. É uma maratona que exige muita preparação para viver na plenitude cada um desses momentos. A boa notícia é que ainda dá tempo de fazer alguns ajustes e correções que podem fazer a diferença na nova estação. A dermatologista Mônica Moya revela que em Novembro aumenta o movimento de pacientes em busca de procedimentos como a toxina botulínica, preenchimento e ultrassom microfocado.


De acordo com a médica esses procedimentos melhoram o aspecto da pele de diferentes maneiras. “Todo mundo quer melhorar olheiras, sulco, rugas da testa e flacidez para se preparar para o verão. e os benefícios desses três procedimentos são inúmeros e visíveis de uma forma mais rápida”, afirma.


A dermatologista explica ainda o que os pacientes podem esperar em termos de recuperação e de resultados em cada tratamento:


-A toxina Botulínica ajuda a relaxar a musculatura em determinadas regiões do rosto, evitando que apareçam marcas de expressões no local, rugas e pés de galinha. Esse procedimento também dá um ar de descanso a pessoa, melhorando rugas da testa e ao redor dos olhos. "É um procedimento tranquilo, mas em alguns casos podem aparecer alguns pontinhos roxinhos na pele que somem com o passar dos dias", atesta a doutora.


Já o preenchimento é uma tecnologia indicada para correção de sulcos, rugas e cicatrizes, por meio da injeção de ácido hialurônico na área da pele a ser tratada, diminuindo sua profundidade. Um dos principais objetivos do preenchimento é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas. "Nesse caso, o paciente pode ficar um pouco roxo e inchado por 7 a 10 dias", explica.


-O ultrassom microfocado serve para ajudar a melhorar a flacidez, é um tratamento que foi desenvolvido com o intuito de proporcionar a melhora da flacidez facial de forma não-invasiva e não-cirúrgica. A técnica utiliza o calor para promover a melhora da flacidez. "O paciente pode sentir uma sensação dolorosa no rosto, mas a aparência da pele fica normal", conclui a médica.


Sobre Dra. Mônica Moya


Graduada em Medicina pela Universidade de Mogi das Cruzes e Residência em Clínica Médica e Dermatologia pela faculdade de Medicina do ABC. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.


Instagram: Dra. Mônica Moya

Facebook: Dra. Mônica Moya

Site: Dra. Mônica Moya




8 visualizações0 comentário