• Ageimagem

Gerenciamento de crise: o que é?

Como solucionar, quais são os benefícios e para quem é indicado esse serviço



Foto: Google Imagens


Já escutou aquele ditado “é melhor prevenir do que remediar”? Acreditamos que sim. Mas, o que isso tem a ver com gerenciamento de crises? Tudo! O gerenciamento de crises é essencial para pessoas físicas e jurídicas, porque ajuda no possível prejuízo financeiro e reputacional.


O processo do gerenciamento de crise não deve ser feito apenas quando o problema acontece, pelo contrário, é preciso antecipar a solução de um potencial problema para a imagem da empresa. Na comunicação desfazer um mal-entendido demanda muito mais esforço e, com certeza, um desmentido não tem a força do impacto causado pela notícia desfavorável. O projeto de comunicação da marca já deve levar em conta as ações que vão mitigar eventuais danos e identificar os diversos mecanismos que podem ser trabalhados.


Afinal, o que é um gerenciamento de crise?


O gerenciamento de crise é um conjunto de ações elaboradas para antecipar as soluções de problemas futuros, evitando o gasto financeiro da empresa ou pessoa, e o principal, o desgaste na sua imagem e manchas na sua reputação.


Durante essa gestão são feitos planejamentos que ajudam a minimizar os impactos negativos e melhorar a imagem da marca. O trabalho é feito tanto nos meios de comunicação interno quanto na comunicação para o público externo de uma empresa, agindo sempre com cautela, transparência e assertividade.


Quais são os possíveis motivos de uma crise?


Segundo Richard Luecke, professor de Harvard, algumas das principais causas de uma eventual crise em uma empresa podem ser:


  • - Contaminação de produtos;

  • - Acidentes e eventos naturais;

  • - Panes tecnológicas;

  • - Desvio Funcional;

  • - Desastres ambientais e de saúde;

  • - Forças econômicas e de mercado.


Como resolver um gerenciamento de crise de forma eficiente?


  • - Monitorar as ações da empresa;

  • - Fazer um plano de continuidade do negócio;

  • - Ser ágil na tomada de decisão;

  • - Identificar as oportunidades de recuperação da imagem;

  • - Manter a calma, adotar medidas assertivas e passar confiança para a equipe;

  • - Fazer o Planejamento para o pós-crise.


4 benefícios de um gerenciamento de crise:


  • - Diminuir o impacto do fato, tanto interna quanto externamente;

  • - Preservar a imagem da empresa no mercado;

  • - Garantir que problemas semelhantes não se repitam;

  • - Potencializar as chances de sobrevivência do negócio.


Veja também:

Assessoria de imprensa: o que é e quais são as suas atividades?

Newsletter: tudo o que você precisa saber

Empoderamento feminino: quais são as dificuldades da mulher no mercado de trabalho?


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo