• Ageimagem

O idoso e a Pandemia: afastamento social agrava quadros de ansiedade e depressão

As buscas pela palavra-chave "saúde mental na pandemia" dispararam desde março



A imagem do idoso ativo, integrado a grupos de terceira idade e até mesmo ainda trabalhando deu lugar ao isolamento. O grupo de risco mais sensível para o coronavírus se viu, de repente, relegado a uma posição que não condiz com as expectativas dele. Fazer da casa uma bolha em nome da proteção contra a Covid, criou uma barreira psicológica que vem causando problemas mentais tão perigosos quanto o vírus devastador. 

A reportagem publicada no grupo globo, no dia internacional do idoso, chama a atenção para uma consequência da Pandemia, mas que é na verdade uma endemia mundial. Incluir os idos na sociedade, ter projetos específicos pra eles é uma questão de saúde pública porque oferecer possibilidades de trabalho e entretenimento aos idosos é reduzir o número de atendimentos médicos nos hospitais. 

A psicóloga Ana Café, cliente Ageimagem, é diretora do núcleo integrado de psicologia e foi ouvida pela reportagem apontou os sinais que alertam a família sobre as reações dos idosos impactados pela pandemia. São mudanças no comportamento diário que podem ser notadas facilmente e que indicam a possibilidade de quadros de ansiedade e depressão. Segundo a especialista, mudanças no apetite, na qualidade do sono, comportamento agressivo, esquecimento e ações repetitivas são alguns dos sinais óbvios para indicar um problema na saúde mental. 

Ana Café afirmou ainda que nem sempre a pessoa percebe por si só essas mudanças e cabe às pessoas mais próximas ficar atentas e encaminhar o idoso para uma avaliação psicológica e psiquiátrica.

A questão é que a saúde mental é um problema que merece a atenção de todos e em todas as faixas etária. A Pandemia revela uma situação que não vem sendo tratada como prioridade. Poucas empresas ainda mantém núcleos de atendimento para os funcionários e até para orientar as chefias sobra como identificar problemas nos seus times que no ambiente corporativo pode se refletir na perda de produtividade.

A Ageimagem mantém um núcleo de clientes na área da psicologia e das relações humanas com capacidade reconhecida para falar sobre essas questões que ganharam ainda mais relevância com a crise sanitária. As buscas no Google por expressões ligadas ao temas cresceram exponencialmente. O comportamento do gráfico da palavra-chave saúde mental na pandemia confirma o crescimento na busca que começou em março e não parou mais. 

Nós estamos fazendo a nossa parte, trazendo o tema para discussão como sugestão de pauta para a mídia. Falar sobre o tema, esclarecer as pessoas sobre o comportamento diferenciado do paciente com saúde mental abalada, informar sobre como amigos e parentes devem lidar com essas mudanças é o nosso trabalho e queremos contribuir para que esse tema ganhe a relevância que merece.  


veja também:

https://glo.bo/2G90raB

https://glo.bo/2SnbDT7


#pandemia #covid #cuidados #idosos #quarentena #Brasil #saúde #Ageimagem #AgeimagemSP #AgeimagemRJ #assessoria #comunicação #mídia #parentes #mídia #depressão #cuidados #atenção #medicina


22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Ageimagem  |  São Paulo

 

Rua Jandiatuba, 630, cj 511

Centro Empresarial Jardim Sul

Morumbi  |  São Paulo

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 11 99665-7704

Ageimagem  |  Rio de Janeiro

 

Av. das Américas, 11.365, A3 Offices - 2º Andar  |Barra da Tijuca  | Rio de Janeiro

contato@ageimagem.com.br

Telefone: 21 99717-7704

Segue nós_

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean
  • Instagram Clean
  • Branca Ícone LinkedIn

2020 © por AgeImagem

Produzido por Dalton Wang

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone YouTube