• Ageimagem

Protetor solar: qual o tipo de produto mais indicado?

A dermatologista Valéria Campos analisa as formas mais comuns de apresentação do produto e indica as situações em que cada um pode ser utilizado




A escolha correta do filtro solar pode ser determinante para a saúde da pele, especialmente nos dias mais quentes e ensolarados do ano. O Verão começa oficialmente no dia 22 de dezembro, mas os cuidados já devem ser tomados desde sempre. Mesmo nos dias nublados o uso do filtro solar é indispensável.


A exposição da pele ao sol sem proteção é a principal causa do câncer de pele - de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem a esse tipo de câncer -, por isso a conscientização sobre a necessidade de evitar os efeitos danosos dos raios UV é importante.


E é esse o objetivo da campanha Dezembro Laranja, criada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que desde 2014 desenvolve ações para combater o câncer da pele. “Os raios solares, o calor e até mesmo a água da piscina ou praia, podem deixar a pele mais sensível. Por esse motivo, é importante redobrar os cuidados, tomar bastante água e, claro, manter a pele protegida com quantidades generosas do protetor solar adequado, nenhum câncer é tão fácil de prevenir quanto o de pele, especialmente o tipo mais comum que é o Carcinoma Basocelular” explica a dermatologista Valéria Campos.


De acordo com a médica, a sensibilidade pode surgir em todos os tipos de pele e que as causas podem estar relacionadas a fatores como mudanças climáticas, predisposição genética, poluição, reação ao tratamento de acne, entre outros.


“Entre as reações mais comuns estão o aumento da sensibilidade da pele na região castigada pelo sol, vermelhidão, ardência e coceira”, acrescenta Dra. Valéria.


UM PROTETOR PARA CADA TIPO DE PELE


A Dra. Valéria Campos preparou uma lista que pode ajudar na escolha do protetor solar mais indicado para cada situação, faixa etária ou tipo de pele. A lista tem 11 tipos de produto:


CREME/CREMOSO: São os mais indicados para usar na praia principalmente para quem gosta de ficar dentro da água, pela sua maior resistência. Produto ideal para quem tem peles envelhecidas ou secas, por seu grande poder de hidratação, já que as fórmulas costumam ter uma textura mais forte e muitas ainda são enriquecidas com vitaminas. Já as pessoas de pele oleosa, devem evitar esse tipo de formulação, especialmente no rosto. O mesmo serve para pessoas com acne.


BRUMA-SPRAY AEROSSOL: os protetores em spray costumam ser os preferidos dos homens principalmente nas áreas que tem pelos como couro cabeludo e braços. Esse tipode produto é ideal para aquelas pessoas que não gostam de perder tempo passando o filtro solar em creme. Mas atenção, infelizmente as análises feitas pela Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) com dez marcas de protetor solar em spray vendidas no Brasil apontou que todas apresentavam fator de proteção solar (FPS) menor que o informado no rótulo. “Não que o spray seja proibido, mas ele não deve ser a primeira opção, além disso, a maioria dos pacientes se queixa que fica meio desconfortável com a textura (grudento) e a demora para secar


Outro cuidado com os sprays é na hora da aplicação em crianças que frequentemente se mexem muito e podem aspirar o filtro solar. Outra desvantagem é que a proteção não dura muito e requer maior reaplicação, a cada duas horas ou sempre que houver contato com a água.


GEL: O gel, devido à própria característica da textura, pode ser usado no dia a dia, mas não é indicado para praia ou piscina já que não tem muita resistência à água e suor. Os produtos em gel são menos gordurosos do que as formulações em creme, ideal para pessoas de pele oleosa ou mista - esta última, cuja oleosidade se mantém apenas na zona T (testa e nariz). O tempo de fixação na pele, por sua vez, dependerá do uso correto e do tempo de exposição ao SOL.


AIR GEL (AEROGEL): efeito blur (também conhecido como efeito photoshop), oferece controle de oleosidade e sensação de pele limpa; ideal para um filtro solar com cor de base para ser usado no lugar da base.


TOQUE SECO: deixa o rosto seco o dia todo, é oil free e tem rápida absorção, ideal para os homens.


FLUIDO: textura líquida e de rápida absorção, ideal para filtros para serem aplicados no corpo, fácil de espalhar.


SÉRUM: similar ao fluido, porém mais translúcido penetrando de forma imperceptível na pele; não tem boa resistência a água.


MOUSSE: toque aveludado. É ideal para um filtro solar com cor de base para ser usado no lugar da base.


ALTA COBERTURA: cobre as imperfeições da pele agindo como uma base de maquiagem, garantindo um visual natural.


PÓ: pode ser aplicado com pincel ou esponja. Ideal para serem usados como reaplicação na hora do almoço no dia a dia.


BASTÃO: ideal para praia, especialmente em crianças e esportistas que costumam ficar muito tempo expostos ao sol. Pode ser usado também como complemento de proteção nas áreas com mais exposição ao sol, como nariz, bochechas e ombros.


Sobre a Dra. Valéria Campos


Dr.ª Valéria Campos é médica dermatologista pós graduada pela Harvard Medical School com passagem pelo Massachussetts General Hospital. É especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e autora de dois livros.


Site: Clínica Valéria Campos

Instagram: Dra. Valéria Campos

Facebook: Dra. Valéria Campos

Youtube: Clínica Valéria Campos

4 visualizações0 comentário