O site M de Mulher falou sobre os melhores cuidados para quem tem a pele oleosa

 

 

Com alguns hábitos certeiros, é possível controlar a produção exagerada de brilho e a acne. Entenda quais são eles e mãos à obra!

 

Nem sempre é fácil lidar com o excesso de sebo, poros mais aparentes e a acne que são característicos de quem sofre com a oleosidade. Seja causada pela genética ou pelos hormônios, a pele oleosa demanda um pouco mais de atenção. Mas, a boa notícia é que com uma rotina de cuidados específica para ela, é possível diminuir a aparência gordurosa da face e o surgimento de espinhas. Pronta para saber como?  

 

Higienização

Lavar o rosto é um dos principais passos na hora de cuidar da oleosidade e o indicado é utilizar um sabonete específico para esse tipo de pele, que normalmente apresenta componentes que ajudam a diminuir a secreção de sebo, como o ácido salicílico. “A limpeza facial deve ser feita no máximo três vezes ao dia, pois higienizar demais pode levar ao efeito rebote”, explica a dermatologista Dra. Juliana Neiva.

 

Cada tipo de pele possui características e necessidades únicas e, além de ser essencial para alcançar o sucesso do tratamento, utilizar um produto específico para você também evita a piora da oleosidade e o aparecimento de acnes, que podem ser causadas pelo entupimento dos poros devido ao uso de cosméticos que contenham óleo ou muito hidratantes e que normalmente são indicados para a pele seca.

 

Proteção solar

“Esse item é fundamental e deve fazer parte da rotina de beleza de todas as pessoas. Para quem tem a face oleosa, já existem filtros solares que ajudam a controlar a produção de sebo ao longo do dia e a manter a pele com a aparência matificada. Produtos de textura em gel ou em creme mais leves são as melhores opções”, diz a dermatologista Dra. Juliana Neiva.

 

Retirar a maquiagem – sempre!

Por já sofrer com a grande quantidade de sebo produzido pelas glândulas sebáceas, a pele oleosa não consegue expelir facilmente as secreções faciais e acaba ficando mais sujeita à proliferação de fungos e bactérias e, consequentemente, ao aparecimento da acne. Quando não retiramos a camada de maquiagem, acabamos contribuindo para esse entupimento dos poros e o surgimento de espinhas. “Na hora de limpar o rosto, use a água micelar que possui textura leve e, em seguida, lave com o sabonete facial”, indica a Dra. Juliana.

 

Hidratação, por favor

Toda pele precisa ser hidratada, inclusive a oleosa. O que muda para ela, é o tipo de produto que deve ser usado. O ideal é utilizar versões de textura leves em sérum, gel ou creme e específicas para tratar o excesso de gordura.

 

Beleza integrada

“A pele é o maior órgão do corpo e ela reflete o estado da nossa saúde, por isso eu sempre recomendo cuidar de dentro para fora. Ter uma alimentação adequada que conte com verduras, legumes e frutas, se exercitar, tomar água, cuidar do intestino e do sistema digestório, no geral, ajudam a controlar hormônios e funções corporais que afetam a derme. Ou seja, buscar o melhor para o organismo é também manter o bem-estar facial”, explica a dermatologista Dra. Juliana Neiva.

 

Lavar o rosto após praticar atividade física

O suor em excesso que acontece enquanto nos exercitamos pode gerar um ambiente propício para a proliferação de bactérias na pele. Para quem já tem tendência ao aparecimento das espinhas, esse quadro é um prato cheio para que algumas erupções ocorram. Por isso, é necessário higienizar a pele com um sabonete específico para a face após terminar a malhação.

 

Cuidado com o rebote

Muitas vezes, no intuito de melhorar a aparência do rosto, acabamos ressecando demais a pele e criando o efeito rebote. Essa condição acontece quando a limpeza facial é feita de maneira excessiva ou produtos muito fortes são utilizados e, além do sebo que foi produzido exageradamente, a camada de gordura que protege a pele também é retirada. Dessa forma, o organismo entende que precisa repor esse óleo e acaba secretando uma maior quantidade dele.

 

Veja matéria publicada no site M de Mulher. 

Please reload

DEU NA MÍDIA

Descubra a relação entre a trombose e a COVID-19 c...

1/10
Please reload

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Please reload

Arquivo
Please reload

Ageimagem  |  Comunicação

 

Rua Jandiatuba, 630, cj 511

Centro Empresarial Jardim Sul

Morumbi  |  São Paulo  |  Brasil

Telefone: 11 2985-9823/9824

contato@ageimagem.com.br

Av. das Américas, 11.365, A3 Offices - 2º Andar  |Barra da Tijuca  | Rio de Janeiro

Telefone: 21 2146-2337/2143-0128

contato@ageimagem.com.br

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean
  • Instagram Clean

2020 © por AgeImagem